“O QUE VOCÊ VAI SER QUANDO CRESCER?”

PSICOPEDAGOGIA ATRAVÉS DA PALAVRA
“O QUE VOCÊ VAI SER QUANDO CRESCER?”
Para homens pode parecer impossível, mas para Deus TUDO é possível”. (Lc 1.37)

A escolha de uma área profissional para atuação, é apenas mais uma dentre tantas outras que se faz em outras áreas da vida. A questão da escolha por si só é um estágio ou período da vida caracterizado pelo conflito da dúvida do ser quando crescer. Esta é uma pergunta que significa literalmente, a própria condição na vida de uma criança ou adolescente, como que perguntando: Quem te sustentará no futuro? Assim, de geração em geração e respondida de acordo com os mais variados desejos, os adolescentes se angustiam diante das decisões, quando tendem a escolher uma profissão, que garantirá sua independência financeira. Pessoas perguntam em redor: Que vai ser quando crescer? Então, a vida perde a autenticidade e muitos se perdem de si mesmos, pois, Ser ou não ser não é a questão. Para crescer é preciso nascer, e nascer a cada instante significa transformar-se em um movimento constante. É preciso ter vontade para continuar algo que se fundamenta em si mesmo, o próprio “Ser”.

Tal como qualquer criança, o Menino Cristo desenvolveu-se através das fases da vida humana até a idade adulta: “E crescia Jesus em sabedoria, estatura e graça, diante de Deus e dos homens”. (Lc 2.52) O médico Lucas faz um resumo significativo sobre o crescimento do Menino: estatura, sabedoria e graça diante de Deus e dos homens. Os instrutores no Templo em Jerusalém, ficaram surpresos de ver um menino com apenas doze anos, saber tanto à respeito de Deus. Aquela pequena criança de Narazé entre os doutores da Lei, revelou quem Ele era:”EU SOU” . São sete declarações sobre Si mesmo. Em todas as sete, Ele combina Eu Sou com metáforas que expressam a Sua imensa escolha de nascer a cada instante: Eu Sou o Pão da Vida; Eu Sou a Luz do Mundo; Eu Sou a Porta das Ovelhas; Eu Sou o Bom Pastor; Eu Sou a Ressurreição e a Vida; Eu Sou o Caminho, a Verdade e a Vida, e Eu Sou a Videira Verdadeira. (João)

Grande heróis da fé se destacaram na História, não por ser um grande homem, mas por ter um Grande Deus. Ana disse: “estou dedicando este menino ao SENHOR. Enquanto ele viver, pertencerá à Deus”. E, Samuel cresceu em sabedoria, estatura e graça, porque passou pela veia da educação. Samuel se tornou um instrumento central na construção da sociedade de Israel. Tornou-se sacerdote, profeta e Juiz, o maior ministério daquele Reino. Alguns dizem que o impossível é mais uma das especialidades de Deus, afirmando que Deus é capaz. Esta frase tem sentido, mas há que se considerar que, como algumas citações da Bíblia, o que o indivíduo conhece como ” impossível”, nada mais é do que um conceito criado pelo próprio homem, talvez para justificar sua limitação ou incapacidade. Portanto, o Espírito Santo de Deus não conhece e nunca conheceu essa palavra “Impossível”ou “Absurdismo”.

O Espírito Santo, sendo de origem Celeste, é composto, como tudo aquilo que vem do Céu, de “Luz” e de “Fogo”. Nenhum planejamento humano estava envolvido, e o Espírito de Deus abriu a mente e o coração dos homens valentes com Sua Luz. “O Espírito é Senhor, Ele Sopra onde quer”. (Jo 3.8) Eliseu teve a visão espiritual apurada para contemplar o desdobrar de todos aqueles acontecimentos, para além das sensações físicas. E, a força incandescente, desprendeu-se do mundo físico em ondas que se elevaram num raio de energia fluídica para as regiões infinitas do Mundo Espiritual. Sua alma foi elevada para além das fronteiras do Mundo Material. De repente, destacou-se com os cavaleiros de fogo, de combate do Reino de Deus, faculdade a qual quem a possui vê, ouve e sente além dos limites dos sentidos humanos, denominadas de percepções psíquicas. O profeta Eliseu viu com os olhos do espírito, a ponto de perceber no estado normal de consciência, o trespasse de Elias para o Reino Invisível. “Eliseu viu carros de fogo ao seu redor”. (2 Rs 2.11)

O rio Jordão nasce no alto do Monte Hermom, e por isso, Jordão significa aquele que desce. Com ímpeto, diretemente relacionado com a ação para receber o impácto de vencer a si mesmo, o dado referencial do rio Jordão é o chão. Enquanto descia, a gravidade acelerava suas águas para baixo, fazendo o trabalho de parar o atrito das águas com o solo seco e árido, fazendo deste pequeno rio um córrego barrento e imundo. De repente, entra nas águas barrentas e imunda do rio Jordão, o General Naamã da Síria. Este General fora acometido pela doença da lepra. A ordem do profeta Eliseu foi para que Naamã mergulhasse por sete vezes neste pequeno rio barrento. Naamã se achou melhor do que aquele pequeno rio, e, mesmo achando os rios de Damasco melhores do que todas as águas de Israel, Naamã seguiu a ordem do profeta Eliseu, e desceu ao fundo das águas, e na sétima vez, recebeu a beleza da “Purificação.

Outra passagem na Bíblia, diz que Deus abriu imediatamente os olhos do ajudante de modo que viu; e eis que a região montanhosa estava cheia de cavalos e de carros de guerra, de fogo, em torno de Eliseu”. (2 Reis 6.15,17) Pedro disse: “Não possuo nem prata nem ouro, em nome de Jesus Cristo, o Nazareno, anda”. (At 3.16) João Batista, sendo mero homem, tinha autoridade para mergulhar as pessoas nos rios, mas o Senhor Jesus Cristo tem autoridade para mergulhar a alma do homem no Fogo do Espírito Santo. “Ele vos batizará com o Espírito Santo e com Fogo”. (Mt 3.11) Analisa-se, então, que é o próprio Céu que se rasga para dar o trajeto da Glória de Deus. Encontrar e presenciar a Gória significa olhar além deste mundo que o mantém em seu poder. No dia em que o Senhor soprou o Espírito Santo sobre os discípulos, aquele pequeno grupo de homens ignorantes, sofreu uma tão forte mudança, que, começaram a falar com tanta Sabedoria, que todos ficaram encantados com tão grande Retórica. O Grande Dom do Céu: “Receberei o Espírito Santo”. (Jo 20.22)

Portanto, a etimologia do cognoscente está no latim cognoscere, que significa “aprender sobre” ou “saber sobre”, formando a partir da palavra latina gnoscere, que quer dizer literalmente “conhecer” ou “saber”. Viver é justamente querer ser diferente desta natureza carnal. O canto conclusivo está além do véu rasgado, e é preciso processos do intelécto do “ser-aí, o “estar-ali”, de abrir-se para além, para a compreensão da alma que desenvolve o pensar, não o pensado. Em termos cognitivos, é inegável a limitação cognitiva dos seres humanos, mas, o Espírito Santo de Deus é “Onisciente”, e por isso Superior aos homens. Portanto, Deus supera o homem e os demais seres, em capacidades cognitivas, transformando-os para “educar”. Da concepção, na união que começa a vida, no momento da fertilização, a partir desse momento, um ser se torna humano. Agora, o “Sou” humano está vivo, independente de algo, de alguma circunstância. Portanto, o ser se manifesta em Deus.

“O impossível reside nas mãos inertes daqueles que não tentam”.(Epicuro) Disse George B. Shaw: “É impossível progredir sem mudança, e aqueles que não mudam suas mentes não podem mudar nada”..sem falar daqueles que mudam somente para pior. A vida é uma atitude, e consequentemente, não se estuda: faz-se. Os midianitas oprimiram os israelitas por sete anos. Eles subiam cada ano e tomavam os produtos alimentícios dos campos e todos os animais dos hebreus. Para sobreviver, os israelitas escondiam alimentos do devorador. Gideão ouviu as palavras do Anjo: “O Senhor é contigo, homem valente”. (Jz 6.12) Gideão focou no Anjo e disse: eu, homem valente? O Anjo lhe explicou que a força verdadeira não viria de si mesmo, e sim de Deus. Este guerreiro se destacou na História, deixando uma mensagem fortalecedora, de que, ninguém é forte o bastante para resolver seus próprios problemas sozinho. Disse o apóstolo Paulo: “Tudo posso Naquele que me fortalece”. (Fp 4.13)

Ninguém sabe por que e quando começou a crescer. Apesar de não saber o que ser quando crescer, continuam crescendo. A palavra “ser” significa “essência” e “substância”, serve para ligar o sujeito ao predicado, exprimindo a existência da vida. Alma e matéria se encontram na fecundação e é aí que começa a vida. Mas, a vida que ninguém vê está lá, pois, viver é nascer para crescer. A efemeridade da glória deste mundo passa, mas, o trajeto do menino que sonhava com a passarela, acordou com o horror. Suas pernas não podiam mais pisar na avenida, começou a envelhecer e, até sua voz não puxava mais o enredo. Suas pernas eram as únicas asas que tinham no desfile de sua escola. Agora, todo seu esforço o conduz ao descompasso de um grito travado. Ele desce o Morro, e seu impácto será o chão. Pela primeira vez, o menino decifrou o seu crescimento, compreendeu que todos nascem para envelher. Mas, ser velho não é doença, e aquele menino continuou sonhando, e é aí que a vida começa, a vida que ninguém vê, subir além do céu, numa carruagem de fogo. Disse Fernando Sabino: “Quando eu era menino, os mais velhos perguntaram: o que você quer ser quando crescer? Hoje não perguntam mais. Se perguntassem, eu diria que quero ser menino”. “E repousará sobre ele o Espírito do Senhor, o espírito de sabedoria e de inteligência, o espírito de conselho e de fortaleza, o espírito de conhecimento e de temor do Senhor”. (Isaías 11.2,3)
Pra e Psicopedagoga: “MÔNICA DRUZIAN”

Ref:
Dicionário da Bíblia- John D. Davis
Dicionário Técnico de Psicologia- Álvaro Cabral e Eva Dick

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *