42-21818071               “PSICOPEDAGOGIA ATRAVÉS DA PALAVRA “

 

Ao invés de lutar contra o mundo é aprender a viver com o mundo.

 

Vencendo os obstáculos e adquirindo êxito, dando capacitação e sabedoria para uma construção mental edificada. Permitindo olhar dentro de si mesmo e dirigir melhor sua mente.Através destas lições diária você verificará que é realmente capaz de compreender a si próprio e, moldar seu temperamento e sua personalidade para enfrentar os desafios da vida.

Cuidado para não tomar atitudes precipitadas, da qual depois venha se arrepender. Saiba esperar o tempo de Deus.

Sara; nome da mulher de Abraão. Seu nome primitivo era Sarai, querendo dizer princesa ou contenção. Sara tinha uma escrava chamada Agar. Com setenta anos chegou a conclusão de que a sua esterilidade viesse a comprometer a promessa que Deus fizera a Abraão, de que a sua descendência seria numerosíssima. Assim, pois, deu a seu marido para que tivesse filhos por meio da escrava Agar. De Agar nasceu Ismael. Chegando Sara à idade de oitenta e nove anos teve promessa de dar à luz um filho, e ao fim de um ano nasceu-lhe Isaque, o filho da promessa. Foi por ocasião de receber a promessa, que Deus lhe mudou o nome de Sarai, para Sara, que quer dizer princesa.

Gn 21.10  E disse Sara a Abraão: Deita fora esta serva e o seu filho; porque o filho desta serva não herdará com meu filho, com Isaque.

Sara teve um ataque de cólera que é um impulso violento contra o que nos ofende, fere ou indigna; ira. Uma pessoa colérica é uma pessoa irada, brava, descontrolada.

Kurt Schneider conceitua o sentimento como sendo estados do eu que não podem ser controlados por nossas representações, pelos estímulos procedentes do mundo exterior ou por alterações sobrevindas do interior do organismo. O sentimento aceita ou rejeita uma idéia.É um sentimento de ciúme , um sentimento doloroso que evidencia as exigências de um amor inquieto; o desejo de posse da pessoa amada; a suspeita ou certeza de sua infidelidade. O ciúme inibe o pensamento.

Sara desejava ser mãe e tinha uma promessa, mas com sua inquietude cometeu vários Eros. Por não saber esperar o tempo de Deus entregou sua escrava para coabitar com Abraão. O desejo de realizar a promessa foi em busca de um substituto para satisfazer, pelo menos em parte, o impulso interior.

Podemos dizer que a cólera é um impulso de fazer algo. O fim biológico da cólera é permitir ao homem sobreviver.Assim, a cólera é um impulso à luta.Como o propósito da luta é destruir ou matar, então surge o sentimento de frustração nas causas mais comum na vida do ver humano, que é não ter conseguido o que almejava.Pode haver uma frustração dos próprios desejos, impulsos, ambições, esperanças, tendência, instintos, vontade.

Sara ao não conseguir engravidar, se tornou uma mulher frustrada. Ela tomou decisões por si mesma, não consultou à Deus quando deu Agar para coabitar com Abraão.Sara é uma ilustração dos perigos de se tomar as promessas de Deus em nossa própria vontade, nossas próprias mãos.A sua sugestão, de que Abraão recebesse a sua serva como esposa, em vista da esterilidade de Sara, resultou no nascimento de Ismael – uma criança que ocasionou ciúmes e conflitos entre duas mulheres, e mesmo entre os seus dois filhos e, até os tempos atuais entre os seus descendentes.Sarai com a idade de 75 anos, havia exaurido a sua fé, e agora Abraão também fraquejava.Com mais 15 anos para esperar, eles criaram o seu próprio esquema, que o NT identifica como sendo “ segundo a carne “.

O tempo de Deus não é o nosso tempo. SAIBA ESPERAR O TEMPO DE DEUS.

                                       Pastora e Psicopedagoga –“Monica Druzian Goes”.