coracaoO coração é uma bomba que movimenta quatrocentos litros de sangue por hora. Ele bate de sessenta até cem vezes por minuto. Isso dá cerca de l00 mil batidas por dia, 3 milhões de batidas por mês, e 37 milhões de batidas por ano. O coração tem dói movimentos: sístole e diástole. A sístole ocorre quando o coração se contrai, distribuindo o sangue pelo corpo; durante a diástole, ele descansa.

Os transplantes cardíacos suscitaram grande controvérsia que envolve médicos, sacerdotes, juristas e filósofos; todos preocupados com a seguinte questão: a partir de que instante pode-se afirmar que alguém está morto?

Querem alguns que a morte se dá no momento em que o cérebro deixa de manifestar atividade, muito embora o coração continue batendo e o corpo apresente sinais de vida aparente. Para outros, enquanto houver qualquer pulsação cardíaca, por leve que seja ainda há vida.

Não se trata de saber quando veio, definitivamente, a morte, mas, sim, de reconhecer o ponto em que começamos a morrer.

Quando uma lagartixa perde um pedaço de sua cauda, este, separado do corpo, parece continuar vivo, agitando-se por muito tempo. De fato, alguma espécie de vida continua a existir no fragmento do apêndice; mas é vida que se está findando, resto de vida.

Ora, a maior parte das pessoas adultas não vive, mas morre devagar.

A função do próprio homem é viver, não existir.

Quando o óvulo é fertilizado pelo espermatozóide, imediatamente começa a formar-se o milagre da vida. Surge o processo das divisões celulares, células do cérebro, dos pulmões, do estômago, dos ossos etc. e todas elas têm sempre o mesmo número de cromossomos, e cada uma das células do corpo humano é sempre célula humana.

Um dos fenômenos mais extraordinário deste mundo é a vida que se forma em outra vida.

O oxigênio chega ao embrião através do sangue da mãe, ele não respira de modo algum, porque não precisa disso para viver; ele tem com o que viver e comer e se nutrir, pois, a nutrição acontece através da vida da mãe, e o pulsar do coração da mãe faz com que o pulsar do coração do embrião também aconteça.

Todas as faculdades-intelectuais, físicas e espirituais estão sendo formadas nesta vida que está em outra vida.

A luta pela sobrevivência começa no momento da concepção- MORRER OU VIVER…

Isaias 48.1- O Senhor me chamou desde o ventre, desde as entranhas de minha mãe, fez menção do meu nome.

O milagre da construção inicia-se a longa jornada, o ritmo do som, a fábrica da vida.

Você já tentou fazer um pedaço de hemoglobina? Essas células vermelhas são feitas à razão de setenta e dois milhões por minuto. Onde está o químico que consegue fazer o sangue? Todavia, essas minúsculas fábricas fazem isso dia e noite, silenciosamente, sem nenhuma obstrução, e nem nos apercebemos que estamos vivos.

Que lindo e maravilhoso é o mistério da vida; a alma humana, sua personalidade, sua mente, sua memória, o espírito que reside dentro do homem. E a construção de um coração que através de engenheiros hidráulicos o fazele começar a bater e a bombar fluido. Quase ao mesmo tempo, os encanadores vão estendendo toda sorte de canais de irrigação que saem desse coração.

Nenhuma razão é boa o suficiente para matar tem o direito e a responsabilidade e motivação para amar e deixar viver-Diante do mistério da vida é necessário inclinar a nossa cabeça e nos humilhar na presença do grande Artista, Criador e Arquiteto, que nos fez e nos amoldou à Sua semelhança e à Sua própria imagem.

A ciência comprova e explica tudo do mundo objetivo, mas compreende cada vez menos a própria vida, porque a vida é dom de Deus.

Conheça a vida que está em você, e conhecerá o fabricante.